tratamentos

Doenças sexualmente transmissíveis

Doenças sexualmente transmissíveis são causadas por vírus, bactérias ou outros microrganismos.

Elas são transmitidas, principalmente, por meio do contato sexual sem o uso de preservativos, com uma pessoa que esteja infectada. A transmissão de uma DST pode acontecer, ainda, da mãe para a criança durante a gestação, o parto ou a amamentação. De maneira menos comum, as DST também podem ser transmitidas por meio não sexual, pelo contato de mucosas ou pele não íntegra com secreções corporais contaminadas.

As DST podem se manifestar por meio de feridas, corrimentos e verrugas anogenitais, entre outros possíveis sintomas, como dor pélvica, ardência ao urinar, lesões de pele e aumento de ínguas. São alguns exemplos de IST: herpes genital, sífilis, gonorreia, tricomoníase, infecção pelo HIV, infecção pelo Papilomavírus Humano (HPV), hepatites virais B e C.

As DST aparecem, principalmente, no órgão genital, mas podem surgir também em outras partes do corpo, como nas palmas das mãos, olhos e língua.  Corrimentos, feridas e verrugas anogenitais, são os principais sinais mais frequentes.

Algumas DST podem não apresentar sinais e sintomas, e se não forem diagnosticadas e tratadas, podem levar a graves complicações.