tratamentos

Melasma

O melasma é uma condição da pele em que se observa um acúmulo de pigmento (melanina) nas camadas mais superficiais ou até mesmo nas camadas medianas da pele. A frequência maior do melasma se dá na face, pelo fato de ser a região do corpo de maior exposição à radiação solar.

O aparecimento do melasma pode ocorrer muito por fatores externos, como a exposição solar e ao calor e a fatores internos, nas variações hormonais e endócrinas.
O melasma também tem um componente genético, é mais frequente nas mulheres, em fase reprodutiva, entre 20 e 50 anos, do que nos homens (apenas 10% são afetados), é raro manifestar-se antes da puberdade.

Sintomas e prevenção- surgimentos de manchas não simétricas, de coloração variável de acordo com a região em que aparece. A melhor forma de tratar o melasma é prevenir não se expor ao sol e à luz visível sem proteção.

Para as pessoas que já tenham as manchas, independentemente da origem, existem tratamentos com o uso de técnicas diversas. Desde cremes, uso de ácidos nas fórmulas do dia a dia, até procedimentos realizados em consultório, como o peeling, luz pulsada e laser.