tratamentos

Micoses

As micoses são infecções provocadas pelo crescimento excessivo de fungos e que podem afetar a pele, o couro cabeludo, as unhas e áreas mais úmidas do corpo.

As micoses são subdivididas em três tipos. Micoses superficiais (os fungos se localizam na parte externa da pele, ao redor dos pelos, ou nas unhas.); Micoses subcutâneas ( são mais comuns nas extremidades e começam quando esporos são inoculados ao ferir-se com plantas, madeira, pedras ou terra) e Micoses sistêmicas (podem iniciar como infecção cutânea ou subcutânea, afetam o sistema respiratório, nervoso, digestivo, circulatório ou osteoarticular).

Algumas formas comuns de se contrair micoses superficiais:

Contato com animais de estimação;
Em chuveiros públicos, lava-péspiscinas ou saunas;
Ao andar descalço em pisos úmidos;
Compartilhando tecidos ou equipamentos como toalhas, roupas, botas, luvas;
Compartilhando alicates de cutículastesouras e lixas não esterilizadas;
Uso de roupas úmidas ou sapatos por tempo prolongado.

Sintomas
Coceira, inflamação ou descamação da pele, manchas brancas ou amarronzadas, vermelhidão, rachadura entre os dedos, unhas deformadas e amareladas.

Prevenção e transmissão
A micose passa de uma pessoa para outra por contato. O fungo pode estar no chão, na água ou em objetos, como sapatos ou toalhas.

O tratamento
Remédios antifúngicos em formato de cremes, sprays e esmaltes. Em geral, a medicação deve ser usada de seis a oito semanas.

Agende a sua consulta.